Por mares nunca antes lidos – sobre a literatura holandesa

O Suplemento Pernambuco publicou um especial sobre a literatura holandesa, no qual a autora Priscilla Campos aborda temáticas, interpretações possíveis e um panorama da publicação de obras de autores holandeses em nosso país- incluindo nossos convidados Tommy Wieringa e Arnon Grunberg, que participaram da sessão 10, no domingo, às 18h45, no Palacete Garibaldi.

Ao comentar o livro de Wieringa, lê-se : ” Os personagens de Wieringa perduram naquele lugar; clamam pela volta eterna e não sabem nem o porquê de almejá-la com tamanho afinco. “Nós ainda continuamos aqui”, conclui Hermans na derradeira sentença do livro.”.

Sobre a obra de Grunberg, menciona-se: “nos primeiros parágrafos, Grunberg explana sobre a ausência maternal naquela família, situação essa que tragou todos os membros – o pai, Tirza e filha mais velha, Ibi – para o espiral depreciativo de autoflagelação que só um fantasma ainda vivo pode gerar”.

A matéria pode ser lida na íntegra aqui.