Manuel da Costa Pinto – 17/8/2017

Manuel da Costa Pinto é graduado em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e mestre em teoria literária e literatura comparada pela Universidade de São Paulo (USP). Autor das obras Albert Camus – um elogio do ensaio (Ateliê Editorial, 1998), Literatura Brasileira Hoje (Publifolha, 2004) e Antologia Comentada da Poesia Brasileira do século XXI (Publifolha, 2006), atuou na televisão como editor-chefe dos programas de literatura Entrelinhas e Letra Livre e apresentou Metrópolis, todos na TV Cultura. O jornalista foi um dos criadores da revista Cult, onde atuou por seis anos como editor. Em 2011, foi curador da Feira Literária de Paraty (FLIP) e hoje é colunista da Folha de S. Paulo.

O jornalista e crítico literário Manuel da Costa Pinto se apresentou como leitor da obra do escritor Roberto Arlt, com mediação da também jornalista Aurea Leminski.

“A narrativa de Arlt tem um narrador parcial da realidade, como ele convivesse com as personagens mas não é onisciente. Ao mesmo tempo, ele cria um universo que parece ficção científica, quase apocalíptico, com estrutura de encontros e conversas, discussões e mais discussões. Ele sempre nos joga em uma atmosfera de urgência, como Dostoievski. ”

Fotografia e editoração: Gilson Camargo